Governo quer corte em benefícios para idosos

15 de setembro de 2020 | Sem categoria | Por riaambrasil | Um comentário

Ministérios querem avançar nos programas de BPC para economizar R$ 10 bilhões

BPC_corte_em_beneficios_para_idosos
(Imagem: Pixabay)

Além de estudar o congelamento de aposentadorias e demais benefícios da Previdência Social, o governo Jair Bolsonaro avança em mais programas sociais.

Ele já sinalizou que quer revisar 2 milhões de benefícios destinados a idosos e pessoas carentes com algum tipo de deficiência.

Assim, os burocratas do governo acreditam que vão economizar R$ 10 bilhões por ano.


Leia sobre congelamento de aposentadorias

https://riaambrasil.org.br/governo-estuda-congelar-aposentadorias-e-pensoes/

A informação foi divulgada pelo jornal ‘Folha de S. Paulo’ e estaria sendo preparada em conjunto pelos ministérios da Cidadania e da Economia.

Um dois alvos é o programa conhecido como BPC – sigla para Benefício de Prestação Continuada.
A revisão começaria ainda este ano e deverão se prolongar por um ano e meio.


Em abril, ampliação do BPC foi questionada

http://www.riaam-minas.org.br/2020/04/02/equipe-economica-pede-veto-a-ampliacao-do-bpc/

Bolsonaro_quer_corte_no_BPC_

O auxílio corresponde a um salário mínimo e atualmente é pago a idosos acima de 65 anos e portadores de deficiência dentro de um limite de renda per capita de até um quarto de salário mínimo (ou seja – R$ 261,25)

O governo avalia que há brechas no programa que paga o benefício a quem não tem direito.

Outra ideia é reavaliar a deficiência de benefíciários eliminando o pagamento de quem poderia retornar ao mercado de trabalho.


(* Com informações da Folha/UOL – Leia mais e confira gráficos e outros números

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2020/09/governo-quer-corte-de-r-10-bi-ao-ano-em-beneficio-para-deficientes-e-idosos.shtml


Leia também na RIAAM-Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*