‘Reforma da Previdência cria inaposentáveis’

19 de junho de 2019 | Reforma da Previdência | Por riaambrasil | Um comentário
  • Ex-ministro da Fazenda e do Planejamento analisa a proposta de reforma da Previdência
  • Para Barbosa, há pontos que precisam de ajuste, caso contrário prejudicariam os pobres

Nelson Barbosa, economista ligado ao PT e último ministro da Fazenda do governo Dilma Rousseff, afirma que a reforma da Previdência é necessária e será aprovada.

Nelson_Barbosa_reforma_Previdencia
O ex-ministro Nelson Barbosa

Para ele, no entanto, o projeto do governo Jair Bolsonaro (PSL) contém pontos que representam um retrocesso e, se for aprovado sem modificações, pode gerar uma crise social, com a formação de uma geração de “inaposentáveis”.

“São pessoas que não vão conseguir [se aposentar] porque trabalham no mercado informal, têm dificuldade de comprovar 20 anos de contribuição [regra proposta pelo governo]. Mesmo quando chegarem aos 65 anos [idade mínima para homens], não vão conseguir comprovar o tempo de contribuição”, diz o ex-ministro em entrevista ao UOL.

“Nosso sistema tem muitas injustiças. As pessoas mais ricas se aposentam mais cedo e com benefícios bem maiores, e isso precisa ser corrigido. Nossas regras acabam gerando muitos benefícios para alguns segmentos, principalmente no setor público, e precisam ser revisadas.

(*Com informações do Portal UOL – Leia a integra da entrevista em

https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/06/05/nelson-barbosa-ministro-dilma-pt-reforma-previdencia-bolsonaro-guedes.htm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*