Demissões na pandemia atingem mais os idosos

desemprego_atinge_mais_velhos

As demissões de trabalhadores mais velhos, que integram grupo de risco da covid-19, aceleraram durante a pandemia. De março a junho, o Rio Grande do Sul teve 4,3 mil desligamentos de profissionais com 65 anos ou mais. O número representa alta de 47,1% frente a igual período de 2019 (2,9 mil). Em termos percentuais, trata-se do maior avanço por faixa etária no Estado.

Os dados refletem cortes ou pedidos de demissão de trabalhadores com carteira assinada. As estatísticas fazem parte do Caged, o cadastro de empregos formais do Ministério da Economia.

De março a junho, a faixa etária imediatamente anterior, de 50 a 64 anos, registrou a segunda maior alta percentual nos desligamentos. Conforme o Caged, essa parcela teve 43,1 mil demissões, avanço de 13,3% em relação a igual período de 2019 (38 mil).


Pandemia sacrifica os mais velhos

https://riaambrasil.org.br/como-a-pandemia-esta-sacrificando-os-idosos/


Idosos integram o grupo de risco


No Rio Grande do Sul, o primeiro caso de coronavírus foi confirmado em março. O fato de pessoas com mais de 60 anos pertencerem ao grupo de risco da covid-19 é um dos motivos que podem explicar, em parte, os cortes de empregos, dizem economistas.

Além disso, profissionais com mais experiência tendem a apresentar salários maiores em setores diversos. Contudo, em momentos de crise, estão sujeitos a entrar na mira de demissões, já que empresas buscam enxugar despesas e preservar o caixa.


Os riscos do coronavírus

https://riaambrasil.org.br/coronavirus-e-o-risco-maior-para-os-idosos/

Avanço do desemprego no Brasil

desemprego_penaliza_idosos

A alta nos desligamentos de trabalhadores mais velhos não é exclusividade do Rio Grande do Sul. No país, onde a pandemia começou antes, também houve elevação nos últimos meses. Balanço do primeiro semestre aponta que quase 67 mil profissionais com 65 anos ou mais saíram do emprego, o que representa crescimento de 25%.

Aprovada no ano passado, a reforma da Previdência instituiu idade mínima para aposentadoria no Brasil – de 65 anos para homens e de 62 para mulheres.


(* Com informações da Zero Hora – Leia mais e acompanhe gráfico e entrevistas em

https://gauchazh.clicrbs.com.br/economia/noticia/2020/08/demissoes-no-rs-crescem-mais-entre-idosos-durante-pandemia-de-coronavirus-ckdz1kqu4003b013g3ezymm12.html


Leia mais aqui na RIAAM-Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *