A regra é clara: transparência

30 de setembro de 2019 | Informes da RIAAM | Por riaambrasil | Um comentário
regras_procedimentos_filiacao_RIAAM-Brasil
Ilustração com as regras no preenchimento

“Prezamos pela idoneidade e clareza na relação com os associados”. A afirmativa faz parte de uma série de procedimentos que deverão ser adotados por todas as entidades de base filiadas à Rede Ibero-Americana de Associações de Idosos do Brasil (RIAAM-Brasil). Principalmente ao fazer o cadastro e preencher as fichas de filiação dos novos associados.

Estas e outras recomendações foram apresentadas como procedimento padrão pelos representantes da RIAAM-RS, durante a reunião no início do mês, em Belo Horizonte.

Você pode acessar a apresentação digital, no formato PDF aqui

“Agora é regra: todas as fichas deverão ser encaminhadas dentro deste modelo. Do contrário não serão aceitas. É o nosso padrão de qualidade da RIAAM-Brasil”, reforça a presidente Maria Machado Cota

Anderson_Maria_Dionathas
Anderson Cunha, Maria Machado e Dionathas Peres

Mais procedimentos

Além das recomendações

“Não serão aceitas fichas com assinaturas que dêem margem de interpretação judicial”.

ou

“Não serão aceitas fichas com erro de preenchimento, rasuras ou letras ilegíveis”

Fotos na hora da filiação

filiacao_fotos_Asbevi_RIAAM-RS
Sra. Setembrina dos Santos junto as colaboradoras Julliany Soares e Maiele de Jesus.

No entanto, um procedimento a ser padronizado e que deverá diminuir eventuais fraudes ou erros, será a exigência de se anexar um foto da pessoa justamente no ato de assinatura do contrato.

RS
Anderson e Maria Machado

A apresentação foi feita pelos representantes da RIAAM-RS na reunião da diretoria da entidade nacional, Dionathas Peres, diretor-presidente e Anderson Cunha, diretor-administrativo. As sugestões já são adotadas na Central Nacional de Aposentados e Pensionistas do INSS (Cnappi), em terras gaúchas.

Para Dionathas Peres, “é a marca mais forte da transparência e da honestidade”, salientou

Dionathas_Peres_RIAAM-RS
Dionathas Peres

Segundo Anderson Cunha, o procedimento vem sendo feito com sucesso e é bem recebido pelos associados que se sentem, inclusive, mais acolhidos.

“Trabalhamos com um padrão de qualidade elevado na análise dos documentos, visando a segurança do associado e alinhamento com o Estatuto do Idoso”, reforça a apresentação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*