529 mil aposentados terão pagamentos bloqueados

12 de março de 2020 | Assuntos Previdenciários | Por riaambrasil | Um comentário
aposentados_pagamentos_bloqueados
Prova de vida deve ser feita anualmente

Entre o final deste mês de março e o início de abril, 529.317 aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) espalhados por todos os estados do país terão seus pagamentos bloqueados por não terem feito o recadastramento nos bancos e a renovação da senha de saque.

Essas pessoas vêm sofrendo o bloqueio desde o final do mês de fevereiro, quando começou o calendário de pagamentos do INSS referente a março. As suspensões de benefícios também estão previstas para acontecer em março e abril, por não terem feito a atualização cadastral nos últimos 12 meses.

O universo de pessoas a serem afetadas com a suspensão dos pagamentos, no entanto, deve aumentar nos próximos meses. Segundo o INSS, cerca de 2,1 milhões de aposentados e pensionistas em todo o país ainda não comprovaram que estão vivos.

Mudanças no sistema de prova de vida

No dia 25 de fevereiro, o INSS ampliou a possibilidade de prova de vida para os segurados com mais de 60 anos. Agora, além da possibilidade de comparecerem aos bancos pagadores de seus benefícios, essas pessoas podem agendar a atualização cadastral em uma agência da Previdência Social. A marcação prévia deve ser feita pela central telefônica 135 ou pelo portal Meu INSS – link abaixo


https://meu.inss.gov.br/central/#/login?redirectUrl=/


De qualquer forma, a possibilidade de ida ao banco está mantida, caso o segurado prefira. Ele deve escolher uma forma ou outra. Mas quem tem menos de 60 anos continua tendo apenas o banco como opção de recadastramento.

Confira os números dos pagamentos bloqueados por Estado

EstadoQuantidade
São Paulo117.079
Minas Gerais66.402
Rio de Janeiro39.374
Salvador36.993
Rio Grande do Sul35.728
Paraná29.664
Pernambuco27.547
Santa Catarina27.430
Ceará26.936
Maranhão15.400
Paraíba11.436
Rio Grande do Norte11.254
Piauí11.131
Goiás10.536
Espírito Santo10.443
Pará10.299
Maceió8.344
Distrito Federal6.932
Sergipe6.091
Mato Grosso4.606
Mato Grosso do Sul4.388
Amazonas3.718
Rondônia2.897
Tocantins2.258
Acre1.284
Amapá765
Roraima382
Total geral529.317

O INSS destaca, ainda que o pagamento esteja bloqueado, o segurado pode conseguir a liberação automática do dinheiro, a partir da imediata atualização cadastral. O procedimento é rápido. Não é preciso se preocupar.

Vale lembrar que a prova de vida, com renovação da senha, deve ser feita anualmente. O segurado nunca deve passar mais de 12 meses sem fazer sua atualização cadastral.

(* Com informações do jornal Extra e do escritório Simões Filho


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*